Menu Principal
Portal do Governo Brasileiro
Logotipo do IPEN - Retornar à página principal

Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares

Ciência e Tecnologia a serviço da vida

DESENVOLVIMENTO  
Portal > Institucional > Notícias > Clipping de Notícias >

Japão reativa reator nuclear parado desde catástrofe de Fukushima

Reator número 3 da usina de Ikata foi acionado nesta sexta-feira (12). Maioria da população se opõe à reativação das centrais nucleares.

Fonte: G1

Da France Presse

 
Imagem do reator número 3 da usina nuclear der Ikata (Foto: Jiji Press / via AFP Photo)
Imagem do reator número 3 da usina nuclear der Ikata (Foto: Jiji Press / via AFP Photo)

Um reator nuclear parado há mais de cinco anos, desde a catástrofe de Fukushima, foi reativado nesta sexta-feira (12) no Japão. Ele deverá começar a gerar eletricidade na segunda (15). Até então apenas dois reatores seguiam em operação.

A companhia Shikoku Electric Power informou que o reator número três de sua usina em Ikata - 700 km a sudoeste de Tóquio - alcançará seu nível operacional total em dez dias.

O abastecimento de eletricidade para a rede comercial começará em setembro, depois de verificações finais.

Antes do tsunami de 2011, quando a água invadiu a central nuclear de Fukushima, provocando o maior desastre nuclear mundial desde Chernóbil, em 1986, havia 54 reatores nucleares em operação no Japão.

Após as perícias, o governo decidiu fechar definitivamente 12 reatores nucleares e suspender a operação dos demais enquanto eram realizados trabalhos para melhorar a segurança. Posteriormente, foram reativados os reatores Sendai 1 e 2, que eram os únicos em operação até o momento.

Outras duas unidades que tinham começado a operar no início do ano, Takahama 3 e 4, foram paralisadas semanas depois por uma ordem judicial. A maioria da população japonesa se opõe à reativação das centrais nucleares impulsada pelo governo.

Eventos